Encontre o artista/banda por letra:

Flor do dia: 25.10.2014

“O desejo agrega valor à ideia de eu. Você compra um carro novo, então ao dirigir esse carro, você se sente preenchido e satisfeito; você se identifica com ele - você se torna o carro. Mas, essa satisfação dura muito pouco; logo você vai querer alguma outra coisa para agregar valor à ideia de eu (talvez uma casa ou um namorado). Assim você segue a vida, desejando, buscando elementos que preencham o seu vazio interno. Isso se torna compulsivo e vai estimulando a comparação, a inveja, o ciúme, e muitos outros sentimentos negativos. Mas, em algum momento esse desejar compulsivo começa a enfraquecer, porque você percebe que nada que está fora de você trará a satisfação que procura.”
Sri Prem Baba

Celebrando a Vida: